Déficit de Atenção no Adulto

Escrito por Dr. Mario Peres em . Publicado em TDAH

O transtorno do déficit de atenção / hiperatividade  (TDAH) pode acometer os adultos, apesar de ser uma doença mais conhecida na infancia, é comum o diagnóstico até mesmo em pais de crianças com déficit de atenção / hiperatividade.

O que provoca o TDAH adulto?

Acredita-se que genes podem desempenhar um importante papel no déficit de atenção e hiperatividade. As questões ambientais, como a exposição a cigarros ou álcool, enquanto no útero, também podem ser importantes.

Os critérios diagnósticos convencionalmente utilizados para TDAH, incluindo os sintomas mais comuns, foram desenvolvidos com base na forma como ele aparece nas crianças. Estes sintomas incluem esquecimento excessivo, desatenção, bem como uma incapacidade de se sentar quieto, constantemente se mexendo. No adulto, os sintomas do déficit de atenção e hiperatividade  se manifestam de maneira diferente, mais sutil. Isto pode tornar mais difícil reconhecer e diagnosticar TDAH adulto.

Confira os 10 sintomas mais comuns em adultos com déficit de atenção:

Sintoma n º 1: Problemas com a organização

Para as pessoas com TDAH, o aumento das responsabilidades da idade adulta – trabalho, contas a pagar, e as crianças, para citar alguns – pode dar problemas com a organização mais importantes e mais nocivas do que na infância. Embora alguns sintomas TDAH são mais irritantes para as outras pessoas do que para a pessoa com o problema, a desorganização é frequentemente identificado por adultos com TDAH como um grande aspecto do seu impacto na qualidade de vida.

Sintoma n º 2: Dirigir carro destraidamente – Acidentes de Trânsito

No TDAH no adulto torna difícil manter a sua atenção em uma tarefa, para passar o tempo ao volante de um carro pode ser difícil. Devido a isto,o  TDAH pode tornar algumas pessoas mais susceptíveis a acidentes de trânsito, e até perder a sua licença de motorista, sem falar as multas e pontos na carteira.

Sintoma n º 3: problemas conjugais

Muitas pessoas sem TDAH têm problemas conjugais, naturalmente, um casamento conturbado não deve ser visto como um sinal de alerta para  adultos com TDAH. Mas existem alguns problemas que tornam particularmente susceptíveis as pessoas com TDAH de terem seus relacionamentos atrapalhados. Muitas vezes, os parceiros de pessoas diagnosticadas com TDAH veem o seu conjuge com dificuldades de escutarem pedidos feitos e até uma incapacidade de honrar compromissos, fica como um sinal de que seu parceiro não se importa. Se você é a pessoa que sofre de TDAH, você pode não entender por que seu parceiro está chateado, e você pode sentir-se culpado por algo que não é sua culpa.

Sintoma n º 4: Distração Extrema

O Déficit de Atenção e hiperatividade é um problema com a regulação da atenção, na forma adulta do TDAH, a pessoa pode ter difículdade grande em focar, gerando uma distratibilidade muito grande. A distração pode levar a uma história de baixa performance na carreira, especialmente em cargos de alta competitividade. Se você tem TDAH, você pode descobrir que telefonemas ou e-mails, ruídos, qualquer solicitação externa afetam a sua atenção, o que torna difícil para você para terminar de fazer alguma coisa. É comum ver pessoas com déficit de atenção que começam as coisas e nunca terminam

Sintoma n º 5: Dificuldade em Ouvir

Você viaja no pensamento durante as longas reuniões? Será que seu marido esqueçe de pegar seu filho na escola, mesmo que você ligou para lembrá-lo disto? Problemas com atenção resultar em má compreensão oral, em muitos adultos com TDAH, o que conduz a uma série de mal-entendidos.

Sintoma n º 6: Inquietação, Problemas para Relaxar

Embora muitas crianças com TDAH são “hiperativas”, este sintoma freqüentemente aparece diferentemente TDAH em adultos. Os adultos com TDAH estão mais propensos a apresentar agitação ou achar que não podem relaxar. Se você tem TDAH, outros podem te descrever como uma pessoa nervosa ou tensa.

Sintoma n º 7: problemas ao iniciar uma tarefa

Assim como as crianças com TDAH frequentemente adiam o início da realização da lição de casa, as pessoas com TDAH no adulto frequentemente se arrastam ao iniciar tarefas que exigem muita atenção. Esta procrastinação agrava muitas vezes os problemas já existentes, incluindo desavenças conjugais, problemas trabalho, e problemas com os amigos.

Sintoma n º 8: Atraso Crônico

Existem muitas razões para adultos com déficit de atenção e hiperatividade serem geralmente atrasadas nos compromissos. Primeiro, eles são muitas vezes distraídas no caminho até um evento, talvez percebendo que o carro precisa ser lavado e, em seguida, percebendo que eles estão com pouca gasolina, e antes que eles percebam que já passou uma hora. Pessoas com TDAH também tendem a subestimar o tempo que leva para finalizar uma tarefa, se é uma tarefa importante no trabalho ou uma simples tarefa de casa.

Sintoma n º 9: Ímpetos de raiva

O TDAH freqüentemente leva a problemas com o controle das emoções. Muitos adultos com TDAH são explosivos com pequenas questões, tem o chamado pavio curto. Muitas vezes, a pessoa com TDAH sente como se eles não têm controle sobre suas emoções. Muitas vezes, a sua raiva aparece mais rapidamente que a capacidade em controlá-la.

Sintoma n º 10: Prioridade nas Coisas

O déficit de atenção pode causar dificuldades no planejamento das ações. As pessoas adultas com TDAH tem dificuldade em priorizar as obrigações mais importantes a cumprir, como o término de um trabalho, enquanto gasta inúmeras horas em algo insignificante, como um jogo de vídeo.

Clique abaixo para saber sobre:

O que é TDAH  –  TDAH no AdultoCausas do TDAH Sintomas do TDAH no adultoTratamento do TDAH no adulto

ATENÇÃO, NÃO SE AUTOMEDIQUE! Consulte um médico para fazer o seu diagnóstico e iniciar o melhor tratamento.

Para marcar consulta com o Dr Mario Peres, médico neurologista ligue para 11 32855726 ou 37473309 (hospital Albert Einstein)

Tags: , , , , , , ,

Trackback from your site.

Comentários (7)

  • Vania

    |

    Bom dia!!!
    Tenho 40 anos,estou cursando uma faculdade,eu tento estudar ler os livros e não consigo entender nada , me esforço em entender o que estou lendo e nada,chega nas provas geralmente me dou mau,começa o semestre e digo para mim mesmo que vou estudar,e novamente começo a ler e reler e não entendo nada,já prestei atenção que quando estou lendo,o meu pensamente foge muito do que estou lendo e quando era mais jovem aprendia as coisas com mais facilidade. Acontece também quando estou conversando com alguma pessoa, a pessoa fala comigo e parece que eu não escutei mais na verdade eu não assimilei o que ela falou. Gostaria de saber se tenho algum problema com defic de atenção.Desde já o meu muito obrigado,e aguardo uma resposta.

    Responder

    • admin

      |

      Olá, por favor, entre em contato para marcar uma consulta ou procure um médico que possa te acompanhar para dar as devidas orientações e tratamento.

      Obrigado
      Equipe Portal Cefaleias.com.br

      Responder

  • PAblo

    |

    Eu me encaixo em alguns dos sintomas apresentados. Grato pela postagem do artigo, minha noiva que encontrou e agora sim, podemos lidar com isso com outra abordagem.

    Abraços Pablo

    Responder

  • roberto eguchi

    |

    eu estudo direito em uma faculdade particular,eu tento estudar ler os livros,e não consigo entender nada,me esforço e m entender o que estou lendo e nada,chega nas provas geralmente me dou mau,começa o semestre e digo para mim mesmo que vou estudar,e novamente começo a ler e reler e não entendo nada,já prestei atenção que quando estou lendo,o meu pensamente foge muito do que estou lendo,queria saber se tenho algum problema com defic de atenção mesmo,pois já tenho 43 anos e quando era mais jovem aprendia as coisas com mais facilidade.Desde já o meu muito obrigado,e aguardo uma resposta se possivel.

    Responder

  • Nubia

    |

    Meu marido vem apresentando muita dificuldade em se organizar com as contas, tarefas simples e com a questão da pontualidade, assim como em aceitar críticas e conselhos se demonstrando desatento e irritado. Está o tempo todo roendo as unhas, é impaciente com suas necessidades e provoca desentendimentos quando é contrariado. Até hoje, de todos os cursos que iniciou, só conseguiu chegar ao final do Ensino Médio, por obrigação profissional. Vários cursos foram iniciados e deixados de lado o deixando frustado por não saber lidar com o pessimismo que sente. Sou formada em Pedagogia e comecei a pesquisar sobre o Déficit de Antenção em Adultos. Inicialmente pensava que só acontecia com crianças. Mas ao buscar informações familiares percebi que ele passou por muitas dificuldades de aprendizagem e foi submetido a alguns exames médicos, onde não foi diagnosticado nada que pudesse chamar a atenção, talvez por ter sido há muito tempo e este tipo de diagnóstico não ser comum naquela época. Gostaria muito de poder ajudá-lo, pois já não sei como,lidar com as atitudes impulsivas que ele costuma ter no dia a dia. Meu marido está com 37 anos e estamos juntos há 17 anos com uma filha de 10. Com o passar do tempo achava que suas atitudes iriam melhorar com a idade, com o nascimento da filha, com a perda do pai, mas isso tudo não alterou em nada suas atidudes que começam a desgastar nossa vida em comum. Apesar de toda sua desatenção ele se esforça em mudar alguns hábitos mas logo em seguida se esquece e erra novamente em alguma atitude impulsiva. Preciso saber a qual profissional encaminhá-lo, já que ele não é mais criança, e quais tratamentos poderiam ser feitos para melhorar sua qualidade de vida.

    Responder

  • claudia

    |

    é possivel uma pessoa tomar ritalina e nos fins de semana tomar bebida alcoolica isso atrapalha o tra amento ou consiliavel ?

    Responder

  • Renata

    |

    Boa tarde! Estou bastante preocupada com meu marido ele tem 35 anos e não consegue muitos resultados no que se refere a vida profissional. Ele é bastante esforçado e estuda bastante, mas parece que não consegue se sair bem em provas. Há mais de 3 anos ele estuda para passar em concurso público e até hoje não conseguiu passar em nada nos ultimos 2 anos ele intensificou os estudos (conciliando com o trabalho, é claro! para passar no concurso da Receita Federal que haveria muitas vagas. Fez curso e estudo muito em bibliotecas da cidade, mas não conseguiu nem ao menos atingir o minino em determinadas matéria. Aproveintando os estudos fez outros 2 concursos que também exigiam as mesmas matérias em um período não mais que 2 meses de diferença de um para o outro e os resultados foram ainda piores. Hoje ele está arrasado e se sentindo muito frustrado, sem esperança e eu não sei o que fazer para ajudá-lo. Penso que talvez exista algum problema fisiologico ou psicologico que se descobrissemos poderíamos ajudá-lo a melhor seu desempenho. Peço ajuda e agradeço a oportunidade de expor minha história. Abraço.

    Responder

Deixe um comentário

Para Marcar Consulta

Para Marcar consulta com Dr Mario Peres, médico neurologista, CRM-SP 86494 ligue para (011) 3285-5726 para consultas no Centro de Cefaleia ou (011) 2151-0110 para consultas no Hospital Albert Einstein, sala 110.

Redes Sociais

Conheça também o portal Dor de Cabeça.net

Na mídia

Jornal da Tarde O Estado de São Paulo Folha de S.Paulo Radio Câmara Veja GAZETA Band TV BRASIL REDE GLOBO CBN RECORD Globo News Viva Saúde