Contato

Dr Mario Peres é médico neurologista, com doutorado em Neurologia pela Escola Paulista de Medicina (unifesp), Pós-doutorado na Thomas Jefferson University, Philadelphia, autor do livro “Dor de cabeça: o que ela quer com você”, e de mais de 100 publicações científicas. Foi eleito Fellow do American College of Physicians.

Para marcar uma consulta com o Dr Mario Peres, ligue para 11 3285-5726 (centro de cefaleia, jardins, São Paulo), ou 11 2151-0110 (Hospital Albert Einstein, Morumbi).

 

 

Comments (50)

  • Hellencristina Martins Costa

    |

    li seu relato cientifico e estou com todos os sintomas mencionados, em exames depois de ter grampeado aneurisma da artéria sacular apresentou algumas coisa, mas os médicos dizem que não é nada, continuo com os sintomas de roto e não roto, se não conseguir encontrar solução estou preferindo morrer, se eu tivesse dinheiro com certeza iria fazer uma consulta com o senhor, não aguento mais tanta dor, não consigo nem trabalhar e não me dão motivo para auxilio ou afastamento do serviço, sou professora a 20 anos e não sei o que fazer. perco a consciência principalmente quando fico nervosa. imagina em uma escola… desde já agradesço se puder ler meu suplico.

    Reply

  • Fernando C. Straube

    |

    Quero relatar algo que considero importante. Tenho cefaleia em salvas há 21 anos, sendo a primeira crise no fim do ano de 1994. Depois as crises se repetiram ao longo desse período, sempre entre o Natal e o Carnaval. Tratei inicialmente com analgesicos e, posteriormente, após consulta com neurologista, usei por pequeno período um medicamento que era aspirado, durante as crises. Já passei por pronto socorros e também suportei a dor, que dura, em geral 1 ou 2 horas. Há uns 3 anos comecei a usar oxigenoterapia com excelente resultado, geralmente após 15 minutos de inalação. Eventualmente esse procedimento não funciona. O que quero relatar é que, há um ano faço tratamento contra ansiedade, com acompanhamento por psiquiatra. Uso um ansiolítico suave, cujo nome vou omitir aqui para evitar automedicação por algum leitor. Neste ano, depois de 20 anos de crise, a cefaleia sequer se manifestou. Conversei com o médico e não conseguimos juntos entender qual processo metabólico poderia estar atuando. Gostaria de oferecer minha experiência para a investigação dessa terrível enfermidade.

    Reply

    • Dr. Mario Peres

      |

      Obrigado pelo seu relato Fernando! espero que mantenha-se bem e distante da sua cefaleia em salvas, há relação com ansiedade sim! escreva direto para mim se quiser, mariop3r3s@gmail.com
      Dr Mario Peres

      Reply

  • Oscar

    |

    Boa noite Dr., tenho 32 anos e estou em meio à crises de cefaléia em salvas. Fui diagnosticado a 10 anos atras. As ultimas crises foram em fevereiro de 2010, fevereiro de 2012 e agora em junho de 2014. Desde o diagnostico faço tratamento com depakote e nas ultimas (2010 e 2012) o sumax estava me ajudando bem nas crises. Acontece que agora as crises da madrugada (duas por madrugada) estão acontecendo de maneira muito forte e o sumax parece não estar fazendo efeito. As do dia consigo controlar bem, porque consigo prevê-las. Mas estou sofrendo muito com as da madrugada. Hoje já faz 18 dias que comecei com o depakote ER 500 mg, sendo que a partir da segunda semana aumentei a dose (1000 mg) por indicação do meu neuro. Desde que diagnosticado nunca fiquei tanto tempo tendo crises como dessa vez (aproximadamente 5 por dia), estou com medo de ficar com sequelas, sera que corro risco de algum problema no cérebro? Tenho que fazer algum tipo de exame? Como faço para agendar consulta? aceita algum plano de saúde?

    Reply

  • LÍVIA ALMEIDA SARAIVA

    |

    Bom dia, tenho dores de cabeça todos os dias, desde 11 anos de idade e hoje estou com 29 anos, já fiz vários exames, como eletroencefalograma, tomografia computadorizada, mas já não sei mai o que fazer, não consigo trabalhar, nem se quer dar atenção ao meu filho. De alguns anos pra cá tem aumentado cada vez mais, já fiz vários tratamentos com neurologistas mas nada adianta, minha dor é tão forte que vomito o tempo todo, minha família não sabe o que fazer mais comigo. e o pior de tudo isso são que os médicos alegam que eu tenho que acostumar com a dor, por favor me ajuda.
    Obrigada!!!

    Reply

  • Maria Lúcia M.batista

    |

    Tenho cefaléia há vários anos, mas, como sou médica oncologista, eu mesmo me tratava sem resultados concretos. Hoje a dor é diária. Fiz RNM do crânio, que não detectou alteração, RNM da coluna cervical hérnia extrusa C5-6. Fui ao especialista em coluna, que não considerou este achado como o responsável diagnosticou enxaqueca. Passou Pamelor 25mg e Sumax. Estou usando o Pamelor há 11 dias, mas toda noite tenho dor mais localizada em reg. Frontal e supraorbitaria e tomo Sumax. Vou a São Paulo dia 7/02 para um evento científico e gostaria de uma consulta com você. Seria possível? Estou com a tarde do dia 07 disponível e todo o sábado.

    Grata,
    Maria Lucia M. Batista

    Reply

  • Fátima

    |

    Bom dia Doutor,

    Tenho um filho de 23 anos que tem TDAH e tratamos desde os 13 anos com todos os medicamentos conhecidos (Ritalina, Concerta, Veivance) e terapia cognitiva. Desde o ano passado ele se recusa a fazer qualquer tratamento, pois os medicamentos provocam nele efeitos colaterais (falta de apetite principalmente) e ele simplesmente abomina voltar a fazer terapia. Ele adora fazer esportes, sobretudo luta (MMA e UFC), está começando a fazer a terceira faculdade. Meu dia a dia com ele é uma luta constante, com seus picos de humor, brigas e todos os problemas que envolvem o relacionamento com o portador de TDAH. Ele está adulto agora e simplesmente eu e meu marido temos que lidar com a decisão dele de recusar a fazer o tratamento com o uso de remédios e terapia. Pergunto Dr. Mário, que caminho tomar para tornar a vida de meu filho menos penosa. Agradeço a atenção.
    Fátima

    Reply

Leave a comment

Para Marcar Consulta

Para Marcar consulta com Dr Mario Peres, médico neurologista, CRM-SP 86494 ligue para (011) 3285-5726 para consultas no Centro de Cefaleia ou (011) 2151-0110 para consultas no Hospital Albert Einstein, sala 110.

Redes Sociais

Conheça também o portal Dor de Cabeça.net

Na mídia

Jornal da Tarde O Estado de São Paulo Folha de S.Paulo Radio Câmara Veja GAZETA Band TV BRASIL REDE GLOBO CBN RECORD Globo News Viva Saúde