Tiques

Dr Mario Peres, médico neurologista, escreve sobre tiques nervosos, seus tipos e como tratar

TIQUES: O QUE SÃO? COMO APARECEM?

Tiques nos olhos, piscar nos olhos, olhos piscando demasiadamente, tremor nos olhos são queixas frequentes nas pessoas. Muitos mitos circundam estes sintomas, muita culpa se coloca no estresse (stress), ansiedade, preocupação, depressão, realmente eles podem interferir nestas queixas, mas existem diversos diagnósticos distintos.

Tiques nos olhos, piscar os olhos excessivamente pode ser do quadro da síndrome de Tourette. A síndrome de Tourette é uma doença neurológica que cursa com tiques motores e fônicos além de alterações comportamentais como coprolalia, compulsões, e outros.

Existem vários tipos de tiques motores, simples ou múltiplos. Há uma variação periódica no número, na freqüência, no tipo e localização dos tiques; também a intensidade dos sintomas tem um caráter flutuante. Os sintomas podem chegar até a desaparecer por semanas ou alguns meses. O início ocorre geralmente antes dos 18 anos de idade.

Os tiques são vivenciados como algo irresistível (como por exemplo a necessidade de espirrar) e que precisa por fim se manifestar. Os tiques são piorados (porém não causados) por estresse e ansiedade e diminuem com o relaxamento ou com a concentração em uma tarefa prazeirosa.

TIPOS DE TIQUES

Os tipos de tiques são motores ou vocais, simples ou complexos, os tiques simples são:

  • Motores – piscar os olhos, repuxar a cabeça, encolher ombros, fazer caretas, tensão abdominal ou de outras partes do corpo.
  • Vocais – pigarrear, grunhir, estalar a língua, fungar e outros ruídos.
  • Os tiques complexos são:

  • Motores – pular, tocar as pessoas ou coisas, cheirar e retorcer-se
  • Vocais – palavras ou frases fora do contexto; ecolalia (repetição de um som, palavra ou frase); coprolalia (dizer palavras de baixo calão, insultos, obscenidades).
  • TRATAMENTOS PARA OS TIQUES

    Existem vários tratamentos para os tiques, medicamentosos e não medicamentosos. Estudo Americano publicado na revista Journal of Neurology Neurosurgery and Psychiatry, usando topiramato (topamax, toptil, amato) na dose média de 118 mg mostrou bons resultados no tratamento dos tiques motores e fônicas e da síndrome de Tourette. Outros remédios como neurolépticos, toxina botulínica (botox), inibidores de recaptação de serotonina, podem ser usados.

    Marque uma consulta com um neurologista para receber a melhor indicação de um tratamento para os tiques.

    Para marcar uma consulta com o Dr Mario Peres, médico neurologista, ligue para fone (11) 3285-5726 R Joaquim Eugenio de Lima, 881 cj 708, Jardins – São Paulo – SP ou (11) 2151-0110, no Consultório no Hospital Albert Einstein, Sala 110- 1 andar, Morumbi, São Paulo, SP

    Tags: , , , , , , , , , , ,

    Comments (15)

    • Carlos Farias

      |

      Olá pessoas!
      eu, como muitos, sou portador de ST, nao posso dizer a quao tempo começou isso, pois elo que eu saiba eu tenho iss desde que nasci. Em minha vida pessoal me vi isolado de tudo e de todos, nunca havia buscado tratamento antes, pois, achava isso normal. Com o passar dos anos começei a ter crises terriveis de tiques, foi quando procurei mais informaçoes na internet e percebi que nao era o unico, confesso fiquei frustrado em descobrir que isso nada mais era que algo que nao tem cura.
      Tive os que chamam de ”Tiques complexos”… Eu pulava muito e jogava o cabelo para o lado, uma dor de cabeça se passava por mim o dia todo, sem contar a dor na coluna e em muitos membros por eu me retorcer. Foi dificil para mim isso, mas procurei medcos especialistas aqui na minha cidade no RS.
      A cerca ed dois anos que controlo meus tiques ja com a devida medicação que é ”Rispiridona 2 por dia para os tiques, Fluoxetina 2 por dia tambem para ansiedade, Depakene 1 ou 2 até por dia para epilepcia e convulção (com o diagnostico da ST eu descobri ter esse problema tambem) e nao menos inferior 5 gotas de Clonazepan para depressão.
      Vivos bem até, com raros tiques, mas com muitos problemas de ansiedade.
      quem quiser um dia sei lá, trocar uma ideia comigo sobre experiencias vividas pela ST, me add no face

      ps: tenho 20 anos hoje e aconselho aos pais a entenderem os filhos portadores de ST, pois eu sei o quao é complicado isso.

      Reply

    • eloisa duarte pereira

      |

      meu neto tem, ssindrone de tourette. onde encontrar melhor tratamento

      Reply

    • ENILZA DE Oliveira

      |

      GOSTARIA DE SABER SE A POSSIBILIDADE DE CONSULTA COM PACIENTE DE TOURETTE É DEMORADA, E SE EXITE POSSIBILIDADE DE TRATAMENTO COM TOXINA BOTULINICA, E SE ATENDE TAMBÉM POR CONVENIO.

      Reply

    • Lucy

      |

      Boa noite me chamo Lucy e tenho um filho com Sinsdrome de Tourette estou fazendo tratamento com uma neorologista e com um psiquiatra. A neurologista medicou com Haldol os tics e os movimentos no corpo melhoraram muito, aparecem em estado de stress e ansiedade geralmente na escola. O psiquiatra diagnosticou juntamente com Tourette Defici de atenção , Hiperatividade e Bipolaridade receitou Amato e Respiridona. A neurologista não recomenda o uso da Ritalina em portadores de Tourette mas concordou com o uso do Amato. Dr. posso dar Ritalina? Já li que pode causar dependência e que a hiperatrividade passa com o tempo e quando tiver que suspender o uso da Ritalina o adolescente tende a buscar droagas ilícitas para substituir a falta da Ritalina, isso é verdade? Por favor me oriente pois moro no Sul de Minas e os profissionais aqui estão confusos.
      Grata.

      Reply

    Leave a comment

    Para Marcar Consulta

    Para Marcar consulta com Dr Mario Peres, médico neurologista, CRM-SP 86494 ligue para (011) 3285-5726 para consultas no Centro de Cefaleia ou (011) 2151-0110 para consultas no Hospital Albert Einstein, sala 110.

    Redes Sociais

    Conheça também o portal Dor de Cabeça.net

    Na mídia

    Jornal da Tarde O Estado de São Paulo Folha de S.Paulo Radio Câmara Veja GAZETA Band TV BRASIL REDE GLOBO CBN RECORD Globo News Viva Saúde