Laudo de Ressonância Magnética: gliose e focos de alteração de substância branca

Escrito por Dr. Mario Peres em . Publicado em Perguntas Frequentes

Raros e Diminutos Focos e alteração do sinal da substância branca de ambos os hemisférios cerebrais, inespecíficos, comumente representando gliose ou rarefação mielínica.

O que significa este laudo de Ressonância Magnética de Cabeça?

Normalmente este é um laudo que acompanha muitos exames de Ressonância Magnética de Cabeça, normalmente na investigação de uma dor de cabeça, cefaleia, enxaqueca.

Isto não significa esclerose múltipla, nem isquemia cerebral, geralmente são achados benignos e não se correlacionam com a gravidade dos sintomas do paciente.

Não se desespere, procure um neurologista para definir exatamente qual é o seu problema, ao ler o laudo do exame não tome conclusões precipitadas, cuidado com o Dr Google!

Para marcar uma consulta com o Dr  Mario Peres, médico neurologista com doutorado na UNIFESP e pós-doutorado na Filadelfia, EUA, ligue para 11 2151-0110 (Hospital Albert Einstein, sala 110) ou no consultório da R Joaquim Eugenio de Lima, 881 cj 708, no numero 11 3285-5726

Tags: , , , , , , ,

Trackback from your site.

Comentários (4)

  • edilene vaz americo gonçaçves

    |

    o resultado deu alteraçães innesprcificas de sinal na substãncia branca cerebral podedo estar relacionadas a isquemia. desmielinização ou gliiose 2alterações na sela t/urcica podendo estar relacionadas a sela vazia.gostaria que me falace sobre esse resultado porque não entendi aindao que e realmente eu nem to passado com medico aguardodo voceis

    Responder

  • Regina H.S.Bertoni

    |

    Realizei uma RMN e deu Focos de alteração D,em que area se localiza isso? E sinal na substancia branca cerebral de aspecto inespecifico? Podendo representar Gliose ou segmentos de desmielinização, mielina rarefeita, sendo nescessario com relação com dados clinicos. Voces podem me indicar qual a diferença da enfermidade uma da outra? Fico no aguardo.
    Obrigada

    Responder

  • Vera Cristina de Lima

    |

    Bom dia,

    Estou aqui no site em busca de respostas, pois a muitos anos venho lutando contra o uso do gardenal, pois tive uma convulsão a alguns anos e em todos os laudos da minha tomografia aparece essa palavrinha “gliose” e gostaria de entender o que significa. Conversei com minha médica, uma excelente profissional,mas que não cogita a possibilidade, pelo menos por hora, de suspender o uso da medicação. Por favor me ajude pelo menos a entender o que é essa tal Gliose.

    Responder

  • Léa

    |

    Prezado Doutor,
    Há 5 anos venho lutando com uma doença. Tive uma grvidez aos 42 anos, já saí do hospital com muita dor de cbeça. No final da gestação já estava com pressão alta e foi necessário um repouso. No nascimento a criança ingeriu o líquido aminiótico, causando uma unfeecão muito forte. No mesmo dia da alta, a criança já foi internada muito ruim,tendo que ir para aparelhos diferentes, achei que ela não aguentaria.
    Um dia fui num salão me ajeitar um pouco, lá mesmo ocorreu o primeiro desmaio, não me lembro de nada, dizem que saí andando do hospital após ser medicada.
    Aí começou a minha história, não queria sair de casa, ou não queria ficar em casa, passei a ter medo de tudo, de morrer, às vezes olhava no espelho e não me conhecia.
    Tratamento, remédios controlados, passei praticamente 3 anos quase que dormindo. Morava em RO nesta época, depois nos mudamos para o RS e continuei com as crises. Não consigo explicar o que sinto, eu falo que é cabeça ruim, parece que não tem nada dentro dela, um apressõ forte na nuca, um cansaço muito grande, tonteiras, dores pelo corpo, `as vezes perda dememória. Lá fiz a primeira RM acusou gliose, fiquei internada…um no dfícil, ia em neurologista eles falavam que estas manchas brancas~é normal.
    Só sei que se arrasta, ano passado fiz outra RM acusou novamente gliose com isquemia e os mesmos sintomas.
    No momento ando deprimida, acho muito diffícil me aceitar e pela primeira vez não estou tendo força para enfrentr estas crises.
    Nao tenho um família que me apoia, tenho uma vida de stress grande, tem hora que penso em ir embora da minha casa e morar só com minha filha de 5 anos.
    Queria uma opinião e qual especialidade devo procurar e pelo que o Sr. estuda o que devo fazer? Que novos exames existem para diagnosticar melhor meu quadro. Só sei que não estou sbendo conviver com esta fraqueza, e sta pressão dentro da minha cabeça, tem hora que parece que tem algo puxando denro do meu cérebro. Um cansaço forte, tenho de dormi, depois melhora um pouco. Mas ultimanente nem isso está ajudando.
    No momento uso sertralina de 100 mg – captopril – hidroclorotiazida – rivotril. Mas não estou vendo melhopra.
    Por favor me ajude numa direção.
    Atualmente moro no ES e não conheço direito a medicina aqui.
    Gostaria de uma poinião do Senhor.
    Obrigada,

    Deus o abençoe!

    Me responda por favor.

    Responder

Deixe um comentário

Para Marcar Consulta

Para Marcar consulta com Dr Mario Peres, médico neurologista, CRM-SP 86494 ligue para (011) 3285-5726 para consultas no Centro de Cefaleia ou (011) 2151-0110 para consultas no Hospital Albert Einstein, sala 110.

Redes Sociais

Conheça também o portal Dor de Cabeça.net

Na mídia

Jornal da Tarde O Estado de São Paulo Folha de S.Paulo Radio Câmara Veja GAZETA Band TV BRASIL REDE GLOBO CBN RECORD Globo News Viva Saúde