IgE Específico – Alergias

Os testes sanguíneos de alergia são a IgE total e IgE específico (também chamado de RAST em soro) para alérgenos isolados ou em conjunto (múltiplos). São úteis para complementar o diagnóstico clínico de alergia.

Quando há associação da enxaqueca, dor de cabeça, cefaleias primárias ou secundárias com processos alérgicos, pode ser útil a investigação com o IgE específico.

 

IgE total:

Em criancas com até 3 anos de consiste em  bom indicador da presença de alergia. Depois desta idade, IgE total pode aumentar por causa de parasitas intestinais, imunodeficiências , Sindrome “Hiper-IgE” e  aspergilose.

Não há interferência de anti-histamínicos.

Podem ser realizados IgE múltiplos para vários alérgenos de forma conjunta, tais como:

  • EX1 (epitélio de animais, descamação de pele de gato, cão, vaca e cavalo)
  • MX1 (fungos)
  • HX2 (poeira doméstica, barata e ácaros)
  • FX5 (alimentos infantis, clara de ovo, leite de vaca, bacalhau, trigo, amendoim e soja)
  • FX1 (sementes oleoginosas, amendoim, aveia, castanha, amêndoa e coco)
  • FX2 (peixes e frutos do mar, bacalhau, salmão, camarão, mexilhão, atum)
  • FX3 (cereais, trigo, aveia, milho, gergelim)
  • GX2 (gramíneas)
  • EX71 (múltiplo para penas)
  • EX2 (múltiplo para inalantes – epitélio de animais)
  • MX2 (inalantes)
  • GX1 (ervas, inalantes, grama)
  • GX3 (inalantes – azevém, centeio, rabo de gato )
  • FX8 (alimentos – FX2 + FX3)
  • TX1 (árvores)
  • IgE – específica (painel)

  • TX1 (árvores)
  • D201 (barata – Blomia tropicalis)
  • F2 (leite de vaca)
  • D1 (ácaro – Dermatophagoides pteronyssinus)
  • D2 (Dermatophagoides farinae)
  • F1 (clara de ovo)
  • F4 (trigo)
  • F14 (soja)
  • F26 (carne de porco)
  • F27 (carne de gado)
  • F92 (banana)
  • F13 (amendoim)
  • F25 (tomate)
  • F93 (chocolate)
  • E81 (lã de ovelha)
  • I70 (formiga)
  • I71 (abelha)
  • P2 (hidatidose)
  •  O Sistema Cap (fluoroenzimaimunoensaio) apresenta maior sensibilidade analitica, utilizando padroes de IgE da Organização Mundial de Saúde, o que lhe confere maior reprodutibilidade.

    MÉTODO: IMMUNOCAP – FLUOROENZIMAIMUNOENSAIO, RESULTADO, VALORES DE REFERÊNCIA

    CLASSE 0: MENOR QUE 0,35 KU/L (negativo)

    CLASSE 1: 0,35 A 0,70 KU/L (baixo)

    CLASSE 2: 0,70 A 3,50 KU/L (moderado)

    CLASSE 3: 3,50 A 17,50 KU/L (alto)

    CLASSE 4: 17,50 A 50,00 KU/L (muito alto)

    CLASSE 5: 50,00 A 100 KU/L (muito alto)

    CLASSE 6: MAIOR QUE 100 KU/L (muito alto)
    ______________________
    INTERPRETAÇÃO:

    CLASSE 0 = NEGATIVO

    CLASSE DE 1 A 6 = REAGENTE

    Comments (15)

    • sueli tenho 53 anos

      |

      meu resultado foi 1420 estou apavorada imunoglobulina e ige

      Reply

    • carolina bosqueti

      |

      O exame da minha filha de 2,5anos ige específico leite de vaca deu resultado 1,2 ku/l classe 2 moderado.Ela parou de tomar o leite de vaca que foi substituido pelo de soja.Gostaria de saber se ela pode tomar o leite de cabra,pois ela usa o alimento que chama fortini e não tem nenhuma reação alérgica a ele e ele contem proteína do leite ?

      Reply

    Leave a comment

    Para Marcar Consulta

    Para Marcar consulta com Dr Mario Peres, médico neurologista, CRM-SP 86494 ligue para (011) 3285-5726 para consultas no Centro de Cefaleia ou (011) 2151-0110 para consultas no Hospital Albert Einstein, sala 110.

    Redes Sociais

    Conheça também o portal Dor de Cabeça.net

    Na mídia

    Jornal da Tarde O Estado de São Paulo Folha de S.Paulo Radio Câmara Veja GAZETA Band TV BRASIL REDE GLOBO CBN RECORD Globo News Viva Saúde