Desencadeantes de Enxaqueca

Fatores desencadeantes de enxaqueca

Patrícia Timy FukuiI; Tessa Rachel Tranquillini GonçalvesI; Cintia Giunchetti StrabelliI; Natalia Maria Fernandes LucchinoI; Fernanda Cunha MatosI; Juliana Pinto Moreira dos SantosI; Eliova ZukermanII; Vera Zukerman-GuendlerII; Juliane Prieto MercanteII, IV; Marcelo Rodrigues MasruhaII, III; Domingos Sávio VieiraII, III; Mario Fernando Prieto PeresI, II, III

I Liga de Cefaléia da Faculdade de Medicina do ABC, São Bernardo SP, Brazil
II Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, São Paulo SP, Brazil
III Neurociências, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo SP, Brazil
IV AMBAN, Instituto de Psiquiatria da FMUSP, São Paulo SP, Brazil

——————————————————————————–

RESUMO

INTRODUÇÃO: A enxaqueca é uma doença neurológica crônica que apresenta diversos desencadeantes como fatores alimentares, hormonais e ambientais.

OBJETIVO: Analisar os fatores desencadeantes em uma amostra de pacientes com enxaqueca.

MÉTODO: Duzentos pacientes com diagnóstico de enxaqueca foram questionados sobre fatores que pudessem desencadear suas crises. RESULTADOS: 83,5% apresentaram algum fator alimentar, jejum foi o fator mais freqüente, seguido de álcool e chocolate. Dos fatores hormonais, o período pré-menstrual foi o mais freqüente. Atividade física causou enxaquecas em 13%, atividade sexual em 2,5%, estresse em 64% e 81% relataram o sono como fator desencadeante. Em relação aos fatores ambientais, odores foram desencadeantes em 36,5%.

CONCLUSÃO: Os fatores desencadeantes são freqüentes em enxaqueca e a sua detecção deve ser pormenorizada para que se reduza a freqüência de crises e melhore a qualidade de vida do paciente.

Palavras-chave: enxaqueca, fatores desencadeantes

——————————————————————————–

Trigger factors in migraine patients

ABSTRACT

BACKGROUND: Migraine is a chronic neurological disease with several trigger factors, including dietary, hormonal and environmental factors.

PURPOSE: To analyse precipitating factors in a sample of migraine patients.

METHOD: Two hundred consecutive migraine patients were interviewed about possible trigger factors for migraine attacks.

RESULTS: Most patients showed at least one dietary trigger, fasting was the most frequent one, followed by alcohol and chocolate. Hormonal factors appeared in 53% , being the pre-menstrual period the most frequent trigger. Physical activities caused migraine in 13%, sexual activities in 2.5% and 64% reported emotional stress a trigger factor. 81% related some sleep problem as a trigger factor. Regarding environmental factors, smells were reported by 36.5%.

CONCLUSION: Trigger factors are frequent in migraine patients, its avoidance may decrease headache frequency and also improve patients’ quality of life.

Key words: migraine, trigger factors.

Clique na imagem a seguir para baixar o arquivo:

35 Replies to “Desencadeantes de Enxaqueca”

  1. Tenho 27 anos e sinto dores de cabeça desde a adolescencia, as minhas crises variam muito tem ano que ocorre no minimo 2 vezes e tem ano que acontece com mais frequencia, numca fui ao especialista e raramente todo remedios, a minha cabeça parece que vai expludir doi na altura dos olhos, nos lados ou entao na nuca sem contar no mal humor e na ansia de vomito.Gostaria de saber como tratar e que classe se encontra a minha enxaqueca? Muito obrigada, pela atençao.

  2. ola eu sempre tenho dores de cabeça mais numca fui em um especialista sempre tenho essas dores de cabeça mais quando estou pra mestruar o que fazer que tipo de remedio tomar pois fico com muitas nausias e bastante gastura e com muito mau estar obrigado

  3. dr tenho 23 anos nunca tive dores de cabeca so que a mas ou menos um mes descobri que estou com sindrome do panico e minhas dores de cabeca vem sendo frequentes elas sao latejantes tem hora que ela aparece na testa bem em cima do olhos outra hora aparece dos lados e algumas vezes na nuca sera que pode ser enxaqueca ou é pq estou com a sindrome do panico
    espero sua resposta obrigada desde ja

  4. tenho 45 anos e devo ter ja a quinze anos tomei amitripilina a uns 7 anos dai depois parei voltei tomar ontem 25 mg as 9 da noite depois mais 25 as 1 da manha dormi bem hj nao tem dor tive uma crise dia 4 e outra dia 20 deve ser cronica sera que fico com 50 mg ou diminuo pra ficar no 25 mg ag resposta abç a todos prof machado cvel pr

  5. Sempre fui uma pessoa que comia de tudo e fazia tudo. trabalhei em um empresa por 10 anos onde nos 4 últimos anos vivi um estress intenso, sentindo constantes dores de cabeça. Saí da empresa e após 8 anos tive minha 1ª crise de enxaqueca, segundo um neurologista do hospital Miguel Couto, após analisar minha tomografia.
    Depois disso já fiz mais uma crise, quase 2 anos após a 1ª. Em que classe sintomática pode se encaixar a minha enxaqueca?, obrigado

  6. Eu sofro com enchaqueca por 15 anos e o melhor remedio ate agora foi o Sumatriptan, nao sei se tem no
    Brasil mas quando eu morava la ero o Cefaliv, mas isso varia muito de caso pra caso, primeiro tente mudar a dieta, coisas como glumato de monossodio ex: “Sazon, Ajinomoto, Sal para hipertensos, e tambem Adocantes e comidas em conserva”. Evitar stress e procure dormir no mesmo horario e por um periodo continuo de pelo menos 7 horas.

  7. Igual a maioria de vocês tenho enxaqueca. A minha começou a +/- um ano, começa com aura na maioria das vezes do lado direito e logo após vem uma dor de cabeça pulsante geralmente em cima da cabeça e nas laterais (fontes como chamamos). Fui ao neuro e ele disse que o anticoncepcional aumenta o risco de tê-la, então resolvi parar. Mas a dor ainda permanece. Dor está que meus olhos ficam pesados… Preciso saber o que tem provocado essa dor insuportável

  8. Olá pessoal, tive uma crise de enxaqueca com aura a 15 dias fui ao pronto socorro eles me medicação com um coquequel que não sei o que tinha, só sei que caí no colo da enfermeira. durante esses 15 dias estou com dor todos od dias, tenho tontura constante e por 5 dias tive dormência na mão e pé esquerdos. Isso é enxaqueca mesmo?
    Alguém me ajuda!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.