Como evitar, tratar e prevenir a enxaqueca

Abaixo leia frases curtas que definem os aspectos mais importantes da área:

  • Muitos grupos de pesquisa no mundo todo e no Brasil estudam a enxaqueca, cada vez mais descobertas aparecem.
  • Bom sono, exercícios físicos, psicoterapia, relaxamento, meditação, massagem, cuidar do lado espiritual, todos ajudam a prevenir a enxaqueca.
  • Alteração da secreção da melatonina, o hormônio do sono e dos ritmos biológicos está relacionado com dores de cabeça.
  • Crianças podem ter enxaqueca, 5% de meninos e meninas sofrem com o problema, tratamento é eficaz.
  • Preocupação excessiva, ansiedade, irritabilidade, desânimo, tristeza, altos e baixos, todos provocam enxaqueca.
  • Enxaqueca não vem do fígado. Enjôos, nauseas, vômitos ocorrem como sintomas próprios da enxaqueca.
  • Problemas de sono como insônia, apnéia do sono, síndrome das pernas inquietas podem estar relacionadas a dor de cabeça.
  • Enxaqueca menstrual pode ser facilmente tratada com medicamentos preventivos de curto prazo.
  • Enxaqueca tem cura, ou seja, tratamento eficaz com remédios e sem remédios, mas com ênfase na prevenção.
  • Ansiedade, alteração do humor, genética, flutuação hormonal, sedentarismo, sono ruim: as principais causas da enxaqueca.
  • Toxina botulínica, botox, pode ser útil no tratamento preventivo da enxaqueca.
  • Ficar sem comer, álcool e excesso de cafeína: os principais desencadeantes alimentares da enxaqueca.
  • Mulher com enxaqueca, tabagista e em uso de anticoncepcional tem risco aumentado de ter AVC.
  • Cefaleia em salvas ocorre em um só lado da cabeça, dor muito forte, com lacrimejamento, duração média de 1h.
  • Antidepressivos, anticonvulsivantes, remédios para pressão (betabloqueadores) funcionam para prevenir a enxaqueca.
  • Enxaqueca é uma doença de fatores genéticos, hormonais, ambientais e de estilo de vida, que tem tratamento eficaz.
  • Uso frequente de analgésicos podem complicar enxaquecas e causar a cefaleia rebote.
  • O principal tratamento para enxaqueca é o preventivo, para evitar que as crises apareçam.
  • Crises de enxaqueca são mais prolongadas em pessoas que também sofrem de ansiedade.
  • Enxaqueca afeta 15% dos brasileiros, mais nas mulheres (21%) que homens (9%), mais no sudeste (20%).
  • Exercícios físicos são benéficos para o tratamento de enxaqueca, obesidade é fator agravante, diz estudo.
  • Dr  Mario Peres, médico neurologista, com pós-doutorado em cefaleias, escreve sobre como evitar, tratar, prevenir, melhorar das dores de cabeça recorrentes, como a enxaqueca, cefaleia tensional, cefaleia em salvas.

    Para marcar consulta com Dr Mario Peres, ligue para 3285-5726 (Centro de Cefaleia São Paulo) ou 2151-0110 (Hospital Albert Einstein).

    Palavras-chave: Enxaqueca como prevenir, Enxaqueca como tratar, enxaqueca como evitar, enxaqueca como cuidar, enxaqueca como melhorar, como tratar enxaqueca, como evitar enxaqueca, como cuidar enxaqueca, como prevenir enxaqueca, como melhorar enxaqueca

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.