Cefaleia Cervicogênica

Cefaleia cervicogênica
Cefaleia cervicogênica

A cefaleia cervicogênica é uma cefaleia com um componente cervical predominante, tem como a principal causa alguma alteração cervical (do pescoço, nuca). Esta alteração pode ser alguma doença da cervical como uma hérnia de disco, osteoartrose cervical, estenose de canal cervical, pinçamento de raízes cervicais, assim como contraturas, torcicolos, problemas posturais que podem acarretar em dor cervical, dor de cabeça.

A tensão, preocupação, ansiedade, estresse são os grandes vilões da cefaleia cervicogênica, pois ocorre um excesso de contratura muscular na região dos ombros, pescoço, músculo trapézio e músculos pericranianos como o temporal, masseter e occipital. A dor pode ser de um lado só ou pode ser dos dois lados, a cefaleia cervicogênica definida por Sjaastad é uma cefaleia unilateral, que responde bem ao bloqueio anestésico cervical.

Tratamento da cefaleia cervicogênica

O tratamento da cefaleia cervicogênica é divido em medidas físicas e tratamentos medicamentosos.

Deve-se corrigir a postura quando alterada, para tanto a fisioterapia com reorganização postural como o RPG pode ser útil. Outras técnicas de fisiotarapia como a terapia craniossacral, termoterapia, tens, laser, ultrassom, digitopressão podem ser usadas. Técnicas de relaxamento manual como o shiatsu podem ser incluídas no tratamento.

Bloqueios de nervo

Bloqueio do nervo occipital maior, menor, raízes de C2 ou outras raízes tem muito resultado clínico. Um bloqueio é feito por médico, com um anestésico local, infiltrando-se o local com xylocaína ou outro anestésico local, acrescentado-se ou não um corticóide, pode ser de depósito como a betametasona ou triamcinolona. Pode-se usar também a toxina botulínica (botox) com sucesso.

Medicamentos relaxantes musculares(ciclobenzaprina, tizanidina) e medicamentos preventivos como antidepressivos (amitriptilina, nortriptilina, duloxetina, agomelatina, venlafaxina) e neuromoduladores (topiramato, divalproato, gabapentina, pregabalina) podem ser usados.

Escute aqui o áudio sobre cefaleia cervicogênica

6 Replies to “Cefaleia Cervicogênica”

  1. atualmente vários estudos demononstram a classificação de cefaléia cervicogênica embora há uma discordância em sua classificação de acordo com a SIC: primária ou secundária?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.