Participação dos brasileiros no Congresso da IHS 2009

A participação dos brasileiros, embora menor que em outros anos, foi boa, posters foram apresentados, aulas no programa foram dadas, participou-se de reuniões administrativas. Dr Abouch foi o representante da Sociedade Brasileira de Cefaleia na reunião da IHS. Dr Maurice Vincent deu duas aulas no programa do congresso, sobre cefaleia cervicogênica e sobre cefaleias indometacino-responsivas com a experência do grupo de Trondheim desde a descrição das síndromes. Dr Mario Peres participou do julgamento das pesquisas apresentadas

O Dr Speciali levou ao congresso seus estudos sobre disfunção temporo mandibular e associação com cefaleia, mostrando que a DTM está associada a gravidade e frequência das cefaleias (poster n 149). Em estudo populacional em 1230 indivíduos, foi encontrada associação de sintomas de DTM com enxaqueca e cefaleia crônica diária, podendo a presença de DTM ser um fator de cronificação para enxaqueca(poster n 124). Também do grupo de Ribeirão Preto a dra Debora Bevilaqua-Grossi apresentou os dados de pesquisa sobre o limiar de pontos dolorosos em pacientes mulheres com enxaqueca, enxaqueca crônica, e controles, o limiar foi reduzido em pacientes comparados com controles  (poster n 201).

Dr Marcelo Valença mostrou os resultados de sua pesquisa com tratamento da enxaqueca com baixas doses de propranolol e amitriptilina e a correlação com a produção de óxido nítrico, mostrando eficácia do tratamento e o efeito na redução dos níveis de NO (poster 60). Em estudo similar a prevenção com doses baixas de pizotifeno mostrou-se comparada a ação da amitriptilina como controle ativo (poster 65). Também apresentou a pesquisa com o tratamento da síndrome pré-menstrual com vitamina b6  600mg ao dia em 35 mulheres sendo eficaz e não levando a neuropatia induzida pela toxicidade da vitamina (poster 207). Descreveu também a “alarm-bell headache” uma cefaleia em pontadas secundária a doenças intracranianas como adenoma de hipófise, meningeoma, aneurisma cerebral e tumores cerebrais (poster 382).

Dr João José de Carvalho apresentou a frequencia de mulheres com enxaqueca que usam a cefaleia como desculpa para não fazer sexo, mostrando que os índices de tal ocorrência são baixos, o oposto do que usualmente pensamos (poster 202). Mostrou também em conjunto com Dr Paulo Monzillo os resultados do dia nacional da cefaleia, foram coletados dados de 142 pacientes, a maioria deles (85%) tiveram diagnóstico de enxaqueca (poster 144). Dr Monzillo também apresentou 4 pacientes com neuralgia occipital e ativação trigeminal autonômica, mostrando a correlação fisiopatológica entre o complexo cervico-trigeminal (poster 251).

Para saber mais sobre os tópicos clique nos itens abaixo

1. NEUROIMAGEM E DOR DE CABEÇA

2. NEUROESTIMULAÇÂO EM CEFALEIAS REFRATÁRIAS

3. NOVOS MEDICAMENTOS PARA ENXAQUECA

4. CEPHALALGIA AWARD : NEUROESTIMULADOR OCCIPITAL E SUPRAORBITAL PARA TRATAMENTO DA ENXAQUECA

5. GENÉTICA DA ENXAQUECA

6. PROGRESSÃO DE LESÕES NA RESSONÂNCIA EM ENXAQUECA – O ESTUDO CAMERA II

7. Participação dos brasileiros no IHC 2009

8. Pesquisas apresentadas

One Reply to “Participação dos brasileiros no Congresso da IHS 2009”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.